Início » Destaques » Parque Estadual do Forno Grande

Parque Estadual do Forno Grande

postado em: Destaques 2

Parque Estadual do Forno Grande

Histórico

O Parque Estadual do Forno Grande protege o segundo maior ponto culminante do Estado do Espírito Santo, o Pico do Forno Grande com 2.039m, além de quedas d`água e trilhas. Local de especial riqueza biológica, também abriga espécies de animais em extinção, como a onça-parda, a jaguatirica e o macaco mono-carvoeiro. No topo do Pico, área de preservação, concentra-se uma mata com cerca de 300m, que segundo o pesquisador Augusto Ruschi, trata-se da maior floresta de altitude do mundo.

 

Informações aos visitantes

 

Como chegar até o parque

O acesso ao Parque é feito por estrada de terra de bom estado de conservação.

 

Distâncias em Km:

De Pedra Azul, passando por Alto Caxixe até o PEFG. 28km

  • Do Trevo da Fazenda do Estado, passando pelo Caxixe Frio até PEFG. 23km
  • De Pedra Azul passando por São Paulinho do Aracê até PEFG. 28km
  • De Cachoeiro, passando por São Paulinho do Aracê até PEFG. 77km
  • De Castelo, passando pela Fazenda da Prata até o PEFG. 32km
  • De Castelo, passando pelo Limoeiro até o PEFG. 42km.

 

Infra-Estrutura

O Parque possui estrutura aberta ao público, com centro de visitantes e trilhas de fácil acesso. O centro de visitantes possui banheiros, bebedouros e coleções de fauna e flora.

 

O parque ainda conta com um alojamento restrito para pesquisadores, com camas, colchões, cozinha e banheiro.

 

Não há camping ou lanchonete no interior do parque, mas há pousadas e restaurantes nas proximidades, que oferecem diversos serviços e áreas de lazer.  Acesse o site da prefeitura de castelo ou informe-se na Agência Castelo de Turismo pelo telefone (28) 3542-0484/5199 para obter maiores informações.

 

Trilha dos Poços Amarelos

Nível de dificuldade: médio
Distancia: 850m
Duração média do percurso (ida e volta): 2 a 3h de caminhada
Atrativos: conjunto de piscinas naturais de cor amarelada devido a grande quantidade de ferro existente na água, nos quais os visitantes podem tomar banho.

 

 

Trilha da Cachoeira

Nível de dificuldade: fácil
Distância: 290m
Duração média do percurso (ida e volta): 30 minutos de caminhada
Atrativos: cachoeira com queda d’água de aproximadamente 30 metros de altura.

 

Grau de dificuldade: médio
Distância: 1800m
Duração média do percurso (ida e volta): de 3:30 a 4h de caminhada
Atrativos: vista panorâmica dos municípios de Castelo, Venda Nova do Imigrante, Domingos Martins e Vargem Alta, sendo possível avistar a Pedra Azul, Frade e a Freira, Parque do Itabira e o Pico da Bandeira.

Trilha do mirante da Pedra Azul

 

 

 

Imagens e Videos: laiza Fardim

 

Dicas aos visitantes
  • Informe-se sobre as condições climáticas do local e consulte a previsão do tempo antes de qualquer atividade em ambientes naturais.
  • Escolha as atividades que você vai realizar na sua visita conforme o seu condicionamento físico e seu nível de experiência.
  • O salvamento ou socorro em ambientes naturais é caro e complexo. Portanto, em primeiro lugar, não se arrisque sem necessidade.
  • Trate os moradores da área e os funcionários do parque com cortesia e respeito. Seja educado e comporte-se como se estivesse visitando casa alheia. Aproveite para aprender algo sobre os hábitos e a cultura do meio rural.
  • Prefira contratar os serviços locais de hospedagem, transporte, alimentação e outros. Desse modo, você estará colaborando para que os recursos financeiros permaneçam na comunidade.
  • Colabore com a educação de outros visitantes, transmitindo os princípios de mínimo impacto sempre que houver oportunidade.

 

Fonte: Programa de Conduta Consciente em Ambientes Naturais, MMA.

Visitação

 

Agendamento

Todo o passeio deverá ser agendado com antecedência de pelo menos 24 horas (1 dia), e deverá ser sempre acompanhado por um guarda-parque do IEMA.

 

Telefone para agendamento: (27) 3248-1156
Horário de funcionamento: 8:00h as 17:30h.
Atenção: O horário de saída para o passeio nas trilhas é as 9h da manhã e à 13:30h da tarde, não sendo realizada saídas em outros horários.
Tamanho máximo dos grupos: O passeio pode ser feito por grupos de no máximo 40 pessoas até a Cachoeira e a Gruta da Santinha, e de no máximo de 20 pessoas até os Poços Amarelos e o mirante.
Ingresso: Temporariamente, a partir de março de 2008, o passeio para todas as trilhas é GRATUITO.
Trajes e roupas: Todo o visitante deverá trajando roupas leves e confortáveis, calça comprida e calçado fechado sem salto e com boa aderência ao solo.
Banho: O visitante poderá banhar-se nas cachoeiras e piscinas naturais e levar roupa de banho.
Lanches e água: O parque não possui lanchonete em seu interior, por isso recomenda-se que o visitante leve água e um lanche leve ou desfrute dos restaurantes localizados nas proximidades. As trilhas possuem pontos de água potável e bancos e mesas para contemplação, descanso ou lanche.
Outras atrações locais: Aproveite a sua visita e conheça outras atrações locais próximas ao Parque

 

O parque, administrado pelo IEMA, mantém uma estrutura aberta ao público com centro de visitantes “Onça Pintada” (museu) e trilhas de fácil acesso. As visitas devem ser agendadas pelo telefone (28) 9966 7550.

 

Agendamento de visitas, denúncias e informações gerais Tel: (27)3248-1156      Fax: (27)3136-3470
Endereço local: Forno Grande, Zona Rural, Castelo. Espírito Santo.

2 Responses

  1. Isabella Guedes Cavalcante
    | Responder

    Olá, bom dia

    Venho em nome do Parque Estadual Forno Grande pedir que atualizem a publicação sobre o parque, pois possui informações desatualizadas sobre seu funcionamento e afins.
    O horário de funcionamento do Parque é das 08 horas até as 17h, com acesso as trilhas das 08h às 14h30. Não é necessária o agendamento para subida ao Mirante Pedra Azul, somente em casos de grupos escolares, porém para subida ao Pico do Forno Grande é necessário enviar email através do endereço com subida junto a um escalador e seus equipamentos, sendo este podendo ser indicados pelo próprio parque através do email – o número máximo de visitantes por dia limita-se a 20 pessoas, podendo ser iniciada a subida 06:00 da manhã -. Ambas as trilhas são auto guiada, não sendo necessário a presença do guarda-parque do IEMA.
    O Centro de Visitante do parque também mudou de nome, passando a ser Centro de Visitante Olavo Perim Galvão, em homenagem ao capixaba que morreu na queda de um avião monomotor, em Roraima, que atuava na linha de frente de grandes operações de repressão a desmatamentos ilegais e garimpos em áreas preservadas.

    Convidamos a equipe editorial a visitar o nosso parque para conhecer nossos novos ambientes e desfrutar da natureza que a região oferece.

    Atenciosamente,
    Isabella Cavalcante – Monitora Ambiental Voluntária.

  2. Pamela Maria
    | Responder

    esse post nao diz absolutamente nada sobre como CHEGAR, e sim como é o acesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × cinco =