» » Os manguezais de Santa Rita, Vila Velha.

Os manguezais de Santa Rita, Vila Velha.

Década de 70″

Imagens: Fabio Pirajá

O relevo é predominantemente plano, sendo a altitude média da sede de 4 metros acima do nível do mar.

Primeiros assentamentos do Plano Integrado
dos bairros Santa Rita, Alecrim e Ilha da Conceição, que atenderia 10 mil famílias.
Obras da Empresa Brasileira de Transportes Urbanos, EBTU, do Programa de Moradia para Erradicação das Habitações Sub-Humanas, Promorar, BNH, Banco Nacional da Habitação e COHAB.

Anda os bairros Argolas, Aribiri, Ataíde, Cavalieri, Chácara do Conde, Dom João Batista, Garoto, Ilha da Conceição, Ilha das Flores, Paul, Pedra dos Búzios, Primeiro de Maio, Sagrada Família, Santa Rita, Vila Batista, Vila Garrido e Zumbi dos Palmares, Região 3 de Vila Velha.

Projeto da administração de Américo Bernardes da Silveira, prefeito de Vila Velha entre 1977 e 1982.
Governador Gerson Camata.

São 32 quilômetros de litoral, banhados pelo Oceano Atlântico. Dentre as elevações, destacam-se o Morro da Concha, elevação rochosa situada na área litorânea, coberta com restinga; o Morro do Penedo, composto por formações graníticas e com altitude chegando aos 135 metros de altitude; o Morro do Moreno, que tem 164 metros de altitude e é considerado como patrimônio natural pela lei municipal 262, de 1990, e decreto municipal 202, de 1996, abrigando importante remanescente de Mata Atlântica; e o Morro da Penha, que tem 154 metros de altura e é onde está situado o Convento da Penha, sendo então um dos locais mais visitados do Espírito Santo.