» » Frio em Colatina 18 graus. Inacreditável

Frio em Colatina 18 graus. Inacreditável

REGIÃO SERRANA DE SÃO PEDRO FRIO

Que o colatinense é conhecido como um povo caloroso e hospitaleiro todos sabem. Que o município é conhecido pelas suas altíssimas temperaturas também é bem verdade. E é calor para ninguém colocar defeito.

 

Mas o município também precisa ser conhecido pelo seu cantinho muito especial, de clima frio de montanha, considerado um paraíso, e o melhor, situado a poucos quilômetros da cidade. A região serrana de Colatina é São Pedro Frio, a 40 quilômetros da sede e o local ideal para quem quer respirar ar puro, fugir do calor durante o verão e também curtir um inverno muito aconchegante.

Imagem: Edson Reis

Enquanto no inverno na cidade de Colatina o clima também fica mais agradável, em torno de 25º C, em São Pedro a média é melhor ainda, em torno de 18º C, e podendo atingir uma temperatura até mais abaixo.

São muitos os atrativos, entre eles, a Serra da Cangalha, considerada o ponto mais alto com 900 metros de altitude. Muitas pedras são vistas no lugar e a mais famosa é a da “Baleia”, esculpida pela natureza com formato do animal marinho, que fica numa serra na propriedade da família Mantai.

A região já é conhecida como “Suíça colatinense” e ainda tem remanescentes de mata atlântica. A vista é deslumbrante. Belas paisagens podem ser vistas em diversos pontos, principalmente quando se descortina o alvorecer e o nascer do sol, contrastando com a cerração e a vegetação formada principalmente por quaresmeiras e muitas samambaias ao longo do caminho das estradas. Há matas e cachoeiras a serem exploradas.

No lugarejo moram cerca de 160 famílias que vivem basicamente da agropecuária, e com muito calor humano e hospitalidade à espera dos visitantes .

O estresse não tem vez em São Pedro Frio. Os cenários deslumbrantes são ideais para piqueniques, acampamentos, com a família ou amigos e até mesmo para fazer retiros para meditação, tudo para se desligar do mundo em clima de muita paz e harmonia com a natureza.

Aos visitantes é aconselhável levar alimentação e água, porque o local ainda carece de uma boa infra-estrutura. Os que já conhecem e freqüentam desde criança apostam nos desenvolvimentos dos turismos rural e ecológico. Quem tem uma propriedade na região não quer vender e quem não tem quer comprar.

Os proprietários rurais locais querem construir pousadas, bares e restaurantes, áreas para pescaria, para eventos e outras opções de lazer para receber visitantes e oferecer uma opção de renda à comunidade. Há os que por terem cachoeira sem suas terras já estão melhorando a situação dos que já acampam no local e querem melhorar a estrutura para o futuro.

Imagem: Edson Reis

Juntamente com o Sebrae, e por meio das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Rural e Desenvolvimento Econômico e Turismo, a PMC vem promovendo cursos sobre “Turismo Rural” para os agricultores de todo o município que querem fazer do turismo uma fonte de renda. Também vem informando aos proprietários rurais sobre os procedimentos para a realização de projetos, capacitação e obtenção de financiamentos.

Imagem: Edson Reis

Para chegar a São Pedro Frio o motorista deve seguir pela BR-259, no sentido Colatina-Baixo Guandu, e cerca de 800 metros depois de passar pela Escola Agrotécnica Federal de Colatina e entrar à direita.

Deve seguir direto numa estrada vicinal até chegar à Vila de São João Grande e entrar à esquerda. Continuar e nos cruzamentos que surgirem pelo caminho pegar sempre à direita até chegar à Barra de São Pedro Frio. Ir direto à sede de São Pedro Frio e, caso queira ir até o ponto mais alto da comunidade, na Serra da Cangalha, deverá entrar à direita.

 

 

 

Se você gostou deixe seu comentário aqui embaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

vinte − catorze =