» » Destinos capixabas para visitar nos últimos feriados de 2017

Destinos capixabas para visitar nos últimos feriados de 2017

 

Os dias mais frios vão ficando para trás, o litoral capixaba vai ganhando novos tons (e outras temperaturas)

e o Estado do Espírito Santo começa a contagem regressiva para o verão 2018.

 

Cachoeira da Fumaça em Alegre, ES
Cachoeira da Fumaça em Alegre, ES

 

 

 

 

7 de setembro (quinta-feira)

 

 

Pedra Azul em Domingos Martins

Setembro é perfeito para visitar um dos destinos mais cobiçados em terras Capixabas, Pedra Azul em Domingos Martins; a região serrana, no finalzinho do inverno, não perde seu encanto, pra quem nunca visitou fica a dica:

Pedra Azul, de formação de granito e gnaisse a 1822 metros de altitude, que pode ser vista desde a BR 262. Sua fauna é riquíssima, possuindo diversas espécies.

A Trilha das Piscinas Naturais, com percurso de 2500 metros (ida e volta), onde os visitantes são conduzidos até as piscinas naturais escavadas sobre a rocha, com uma escalada de 97m com auxílio de corda. O banho nas piscinas é uma opção de recreação no local.

Pedra Azul em Domingos Martins
Pedra Azul em Domingos Martins

 

 

12 de outubro (quinta-feira)

 

Praia de Peracanga ou Macunã na cidade de Guarapari

Para quem conta com a sorte de poder viajar em pleno mês de outubro, alguns destinos capixabas oferecem atrações com poucos turistas, preços mais baixos e temperaturas mais elevadas, porém sem as tradicionais chuvas de verão.


Mar azul de águas calmas revela uma extensão de areia dourada de um vilarejo sossegado e familiar, formam um cenário perfeito para casais com bebês e crianças. Onde praia de água cristalina e mansa deixam os pais mais tranquilos.

Rota completa mapa

Praia de Peracanga - Guarapari
Praia de Peracanga – Guarapari

 

 

2 de novembro (quinta-feira)

Mais um feriadão prolongado e um bom motivo para cair na estrada, outra vez. O clima vai esquentando em terras capixabas e começa a contagem regressiva para o verão.

Dunas de Itaúnas em Conceição da Barra

O Parque apresenta ambientes como a mata de tabuleiro, fragmento florestal em extinção no Espírito Santo, restinga, dunas, ambientes estuarinos de mangues, uma extensão expressiva do rio Itaúnas e a mais representativa região de alagados do Espírito Santo.

 

Rota completa no mapa

 

Dunas de Itaúnas, Conceição da Barra
Dunas de Itaúnas, Conceição da Barra

 

15 de novembro (quarta-feira)

 

 

Falésias de Marataízes

Para frustração de viajantes viciados em estradas, esse é o único feriado do semestre que não vai permitir longos deslocamentos.

 

Pra quem visita Marataizes é obrigatório conhecer as falésias, praias com vegetação quase intocada, com um visual muito bonito.

As falésias de Marataízes se espalham por todo o trecho entre as praias de Boa Vista do Sul e dos Cações.

 

,Para chegar até lá, é só pegar o rumo do Camping do Siri e seguir “reto” na Rodovia ES 060.

A estrada margeia todo o litoral e, durante o trajeto, você verá acessos para a praia.

 

Mapa com a rota

Falésias de Marataízes
Falésias de Marataízes

 

 

20 de novembro (segunda-feira)

Em novembro, já é possível curtir praias da Grande Vitória, como Praia da costa, Jacaraípe, e Praia Grande em Fundão, e também ter contato com a natureza capixaba, nossa ultima indicação é a ilhas Pituan e Itatiaia em Vila Velha.

Ilhas Pituan e Itatiaias em Vila Velha

Seja a braçadas ou no balanço do barco, poucos minutos são necessários para chegar às ilhas Pituã e Itatiaia, vistas a olho nu por quem passa pela Praia de Itapoã, em Vila Velha. No desembarque, o paraíso se revela: à vegetação, somam-se as piscinas naturais de águas transparentes, onde variadas espécies marinhas se abrigam. Das conchas espalhadas pelo chão à coreografia das aves no céu tudo parece ter sido criado em detalhes. Até mesmo as pedras, algumas com recortes milimétricos, são uma atração à parte do cenário.

 

 

A Ilha Pituã fica na Praia de Itapuã, em Vila Velha ES, bem na curva onde está a colônia de pescadores e se encontra a menos de 500 metros da praia.

É uma ilha pequena, mas muito bonita de se conhecer.

Pra chegar lá, você tem 2 opções: Ou paga os pescadores para te levarem – em média, R$20,00 por pessoa; ou vai nadando.

 

Clique aqui e confira a rota completa!