Início » Destaques » Conheça As Cidades Capixabas Mais Frias.

Conheça As Cidades Capixabas Mais Frias.

postado em: Destaques 2

Região Serrana e Caparaó são alguns lugares perfeitos para curtir o frio.

Com uma grande diversidade cultural e geográfica, o Espírito Santo oferece vários destinos com clima de serra. O Estado esbanja charme e fica ainda mais atrativo nas estações de Outono e Inverno. Confira:

Domingos Martins

O município que integra a Rota do Mar e das Montanhas ainda mantém fortes traços de seus antepassados que podem ser observados na culinária, na cultura, no artesanato e na arquitetura. O clima agradável, aliado às exuberantes paisagens, ao povo acolhedor e às comidas típicas, proporciona aos visitantes desde o conforto das montanhas, até os requintados pratos de origem europeia, especialmente alemã e italiana.
Domingos Martins é entrecortada por montes e serras com altitude próxima aos dois mil metros, dentre os quais se destaca o Parque Estadual da Pedra Azul. O local é um dos principais cartões-postais do Espírito Santo e é reconhecido em todo o Brasil.
pedra azul
O município tem como principais atividades a agricultura e o turismo e pela união das duas surgiu uma nova: o agro-turismo. Este ramo favoreceu o surgimento de muitas pousadas rurais na cidade. Com uma excelente infraestrutura em hotéis e pousadas, o local é hoje conhecido nacional e internacionalmente e recebe um grande número de turistas durante o ano, especialmente quando chega a temporada de inverno.
trilhas da Cavalgada Ecológica Pedra Azul. (5)
Famosa por suas festas, a cidade realiza de 18 a 27 de julho o XXI Festival Internacional de Música Erudita e Popular de Domingos Martins. Uma das novidades desta edição do Festival de Inverno é a realização de um evento gastronômico, com a participação de 18 restaurantes locais, que prepararam pratos principais e sobremesas especialmente para serem servidos aos visitantes e turistas que estiverem na região durante o evento. Além disso, serão oferecidas 32 oficinas instrumentais e pedagógicas para estudantes e profissionais da música. O objetivo é oferecer a oportunidade para a troca de experiência e aprimoramento dos talentos.
pedra azul

Venda Nova do Imigrante

Cidade colonizada por imigrantes italianos, Venda Nova do Imigrante é conhecida como a capital do agroturismo, fator que possibilitou o desenvolvimento da região.
[youtube id=”https://youtu.be/d8aKNYV-mgA” width=”600″ height=”340″ position=”left”]
Atualmente, o município possui vários roteiros de visitação, uma boa opção para conhecer e aproveitar o inverno na cidade. Além do agroturismo, vale a pena conhecer o Morro do Filleti, com 1.100 metros de altura e que tem rampa para decolagem de asa-delta e parapente, e a famosa Casa da Cultura, que possui mais de 600 peças que contam a saga da colonização italiana na cidade, iniciada em 1892.
A sede da cidade encontra-se a 730 metros de altitude, porém algumas localidades possuem altitudes maiores que 1.200 metros. O ponto culminante do município está a 1.548 metros. Venda Nova do Imigrante é considerada a cidade mais elevada do Espírito Santo.
Outro destaque em Venda Nova é a tradicional Festa da Polenta, que neste ano vai inovar e será realizada em dois finais de semana, entre os dias 04 a 13 de outubro.
festa da polenta, Venda nova do imigrante -2015 (77)
Tombo da Polenta – Festa da Polenta

Santa Teresa

Também conhecida como A Doce Terra dos Colibris, Santa Teresa faz parte da Rota Caminhos do Imigrante e a diversidade cultural é uma de suas marcas. Com forte influência dos imigrantes italianos, o município tem no Vale do Canaã um retrato histórico de sua colonização.
Para quem deseja curtir o friozinho da cidade, vale a pena conhecer as reservas Augusto Ruschi e Santa Lúcia e o Museu de Biologia Mello Leitão. Os pássaros típicos da região e principalmente os herbários com mais de sete mil orquídeas fazem do município um grande reduto de contemplação e preservação da natureza.
Imagens Facebook Capixaba da Gema

Caparaó Capixaba

As belezas naturais são o destaque da Rota do Caparaó. Localizada na divisa do Espírito Santo com Minas Gerais e Rio de Janeiro, tem como principal destaque o Parque Nacional do Caparaó, mas também agrega parte da Serra do Mar e da Mantiqueira, do Pico da Bandeira e do Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça. A natureza e a história nesta região são bem preservadas.
[youtube id=”https://youtu.be/qLtJ7M0vel8″ width=”600″ height=”340″ position=”left”]
Os municípios que compõem a rota ficam ao redor do Parque Nacional do Caparaó. São eles: Jerônimo Monteiro, Alegre, Guaçuí, São José do Calçado, Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço, Ibitirama, Irupi, Iúna, Muniz freire e Ibatiba.

Pedra Roxa, Ibitirama
Pedra Roxa, Ibitirama

O Parque do Caparaó possui 31.800 hectares e está localizado no Estado do  Espírito Santo, fazendo divisa com Minas Gerais. O Espírito Santo possui 78% de toda a área do Parque e o Pico da Bandeira situa-se no território capixaba. A portaria capixaba do Parque fica em Pedra Menina, distrito de Dores do Rio Preto.

Pico da Bandeira, Caparaó (2)

Fonte: Setur

E você, concorda com a nossa lista? Comente!

2 Responses

  1. jetcost cheap flights
    | Responder

    Hmm is anyone else having problems with the images on this blog loading?
    I’m trying to find out if its a problem on my end or if it’s the
    blog. Any feed-back would be greatly appreciated.

  2. web hosting providers
    | Responder

    Great web site. Plenty of useful info here. I’m sending it
    to some buddies ans additionally sharing in delicious.
    And of course, thank you in your sweat!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 × cinco =