» » 51 Coisas pra fazer na Grande Vitoria

51 Coisas pra fazer na Grande Vitoria

postado em: Destaques | 1

#51CoisasPraFazerNaGrandeVitoria

 

E você? Vai dizer que não tem nada pra fazer em nosso Estado? Confira abaixo a lista com 51 coisas para fazer na Grande Vitória, elaborada por Paulo Goes Filho 

 

1. Subir o Morro da Fonte Grande para ver o por-do-sol ou então subir na primeira segunda-feira com lua cheia, porque o parque fica aberto até as 20h.

2. Passear no Mercado da Vila Rubim no sábado, aproveitando o sambinha da tarde. Comprar temperos, artesanato e badulaque de cozinha.

3. Torta capixaba na ilha das caieiras. Se rolar ao por do sol, é mágico.

4. Usar a ciclofaixa no domingo, fazendo o percurso da Rodoviária ao final de Camburi, aproveitando a paisagem.

5. Acumular hora de bar para debater qual é melhor: Bar Caiana (Cidade Alta), Bar do João (São Cristóvao), Bar da Nação de Jucutuquara (Jucutuquara), Bar do Getúlio (menção honrosa canela verde), Bar do Betto (Expedito- Cariacica)

6. Conhecer as cachoeiras e o agroturismo de Cariacica, Serra e Viana. Sério: tem muita coisa legal!

Vale das Cachoeiras em Viana

.
7. Conhecer o casario histórico do Centro da cidade. Catedral, Igreja de Santa Luzia, Convento de São Francisco, antiga sede da ALES, entre tantos.

8. Pastel na feira de Gurigica. Ou da Rua Sete. Ou de Jardim da Penha. Ou qualquer outra feira à sua escolha…

9. Kieber e chope no Abertura. Qualquer um deles. Dar um abraço no Elves ou no Fabinho.

10. Uma caminhada, corrida, role de skate ou bike na orla de Camburi ou da praia da Costa/Itaparica. Água de côco orna.

11. Ir ao Convento da Penha. Se for católico, emocione-se com o ambiente. Se nao for, veja a capital de cima e emocione-se também.

12. Comer espaguete com camarão no Museu da Vale. Arremate com um espresso.

13. Subir o Morro do Moreno, em Vila Velha, também para ver o por-do-sol. Mas vá com guias experientes. Muita gente se machuca dependendo da trilha q segue.

14. Conhecer o Vale do Moxuara, em Cariacica. Pensa num lugar bonito?

15. Comer Camarão à Vitória no Restaurante Atlântica – Itaparica ou Restaurante Atlântica. Reserve uma hora para lombeira contemplativa da orla.

16.Piquenique no Parque da Vale. Larga a molecada solta e aproveite uma cidade solar. =)

17. Conheça a melhor coxinha do mundo: COCHICHO DA PENHA, na rua da Lama. Legitimo representante pé sujo e copo limpo.

18. Pegar praia na Ilha do Boi, na praia da Direita ou na da Esquerda, depende de qual estiver limpa.

19. Visitar a Basílica Santuário de Santo Antônio.

20. Comer pastel e filé de pescada no Bar do Ceará. Pede a batidinha também. O mundo parece que vira maisena…

21. Conhecer as escolas de samba locais. Cada uma tem sua característica e clima próprios.(Piedade, a melhor)

22. Ensaio do regional da Nair. Evento surpresa. Acontece quando acontece. Fique atento.

23. Conhecer a Casa da Stael. IMPERDÍVEL!!! Um palco onde todas as artes se encontram.

24. Voar de Parapente no Morro do Moreno. Se voce subiu o convento ou o dito morro, já sabe que é levar a experiencia ao nivel máximo.

25. Passeio de escuna ao redor da ilha. Bom hein?

26: Descobrir qual caranguejo é o melhor: do Assis (Vila Velha), do Copa 70 (Jucutuquara) ou do Ilha do Caranguejo (Jardim Camburi).

27. Canoa havaiana ou stand up na Curva da Jurema.

28. Festas de São Benedito. em toda capital, onde houver uma igreja de São Benedito. Puxada ou fincada de mastro e congo rolando solto.

29. Uma esticada até Nova Almeida pra comer quindim no Bar do Sr. Wilson. Amarelinho, fica perto da ponte (fontes: Aline Miceli e Daniela Martins).

30. Conhecer a igreja dos Reis Magos (Nova Almeida) e descobrir o porquê do formato das janelas.

31. Domingo a tarde na Cremino Gelateria.

32. Fazer um piquenique no Parque da Pedra da Cebola.

33. Tomar uma cerveja e ouvir bandas locais no Motorockers e no O’Frank’s.

34. Dar uma volta pela rua da lama só pra ver o que acontece (impressionante: sempre acontece alguma coisa!)

35. Seguir o conselho do Martinho da Vila e ir ouvir tambor de Congo lá na Barra do Jucu (ô Madaleeena!)

36. Conhecer o Bar do Bigode, em Jesus de Nazareth. Se quiser, ainda dá pra fazer um tour pelo morro com o Fernandão, um cara firmeza e com ótimas histórias.

37. Um rolê nos quiosques da Curva da Jurema.

38. Dançar um forró pé de serra no Quiosque K1, na orla de Camburi. Noites de verão agradáveis…

39. Conhecer a Associação das Paneleiras de Goiabeiras. Marco da cultura capixaba.

40. Conhecer o Planetário da UFES. Programa bacana pra arejar a mente.

41. Conhecer o Projeto Tamar na Praça do Papa. Tente nao morrer de fofura com as tugas. Morra de fofura assim mesmo.

42. Comprar frutos do mar: Praia do Suá, Itapoã e Vila Rubim.

43. Ir na Praia Secreta, em Vila Velha, achando que tá vaziaça. Descobrir que virou point modinha, mas é bom assim mesmo.

44. Trilha da Gruta da Onça. Ali no Centro, porreiro de sagüi no caminho e não tem onça na gruta!

Pedra da Baleia no Centro de Vitória… um lugar incrivél.

45. Conhecer a santíssima trindade da Gama Rosa: Doca 183, Casa de Bamba e Grapino.

46. Pegar praia na Ilha do Frade. Pode ser na areia ou curtir a mureta (leve um lanche).

47. Pegar praia em Manguinhos (Serra). Sossego é lá mesmo.

48. Fazer o passeio na fábrica de chocolates Garoto. Visita agendada no site da fabrica.

49. Dedicar ao dolce far niente do sabado à tarde no Bar do Pezão. Sério: é fazer nada mesmo, mas é bom.

50. Ir a um espetáculo no Teatro Carlos Gomes. Fabuloso, é o palco nobre do ES.

Imagens do Centro de Vitória, ES
O Teatro Carlos Gomes é uma construção do século XX. Foi projetado em 1925 e construído entre 1925 e 1927. Seu projeto inicial é de autoria de André Carloni, italiano de Bolonha radicado no Espírito Santo desde 1890.

 

51. Reclamar do aeroporto. Esporte local, praticado pela totalidade da população, nativa ou não.

### MENÇÕES HONROSAS #########
– Blocos de carnaval de rua.
– Banho de mar à fantasia em Manguinhos (carnaval)
– Passos de Anchieta
– Ir ao carnaval de Vitória (1 semana antes do carnaval oficial)
– Festivais variados no Parque da Pedra da Cebola. Tem festival japones, de bandas alternativas, tem de tudo…

 

 

O que achou da lista? Mudaria algo?

Comments

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Uma resposta

  1. Aline
    |

    Faltou o Penedo.

Deixe uma resposta

três + 16 =